04/12/15

Marciano, Esther, Caulfield, eu

Foto: Shutterstock

Quando eu tinha 18 anos, li um livro em plena crise existencial desse idade tão pesada. Pesada porque temos a ilusão de que somos adultos, mas na realidade, somos apenas crianças com novas responsabilidades. Foi "O Encontro Marcado", do Fernando Sabino. O livro é dividido em duas partes e, a primeira, "A Procura", me acompanha desde então. Sempre que tenho um impasse, uma grande dúvida, um buraco no peito, me lembro dessa parte do livro. Também me lembro de Holden Caulfield, protagonista do livro que carrega o título de meu favorito.

Sempre que um filme ou um livro me impacta, eu fico obcecada por ele por um período de tempo. Geralmente esse impacto acontece porque a obra consegue, de alguma forma, extrair algo que eu estava sentindo, ou representar pensamentos que estavam sob uma densa neblina. Quem convive comigo, também convive com minhas efêmeras obsessões. Quando começo a falar insistentemente sobre um filme e emendo a frase "Você precisa ver"; ou quando termino determinado livro e sempre enfatizo o "Você tem que ler, sério", é uma espécie de convite para que a pessoa entre um pouquinho nesses meus pensamentos e nade nesse marzão todo. Lua em peixes, sabe como é.

Tudo se mistura. Todas as referências que carrego de obras que me marcaram viram uma coisa só. Plath, Salinger, Sabino. Cristina, Annie, Theodore. Michele. Todas as suas frases fazem sentido pra mim e conseguem expressar o que está entalado. Me fazem respirar.

Sou Marciano, Esther, Caulfield.

Por esses dias, me lembrei de uma frase d'O Encontro Marcado e ela não sai da minha cabeça desde então; é parecida com o conto da figueira, citado por Sylvia Plath na Redoma de Vidro, mas é mais leve e, no momento, representa essa tempestade toda aqui dentro:

"O diabo desta vida é que entre cem caminhos, temos que escolher apenas um, e viver com a nostalgia dos outros noventa e nove".

Hoje, sou Eduardo Marciano. Talvez entrando na segunda parte do livro que protagoniza. Talvez indo ao seu Encontro.

_____________________________________________________________________________________________________________________

Curtiu o post? Então mostre seu amor e compartilhe! ♥
Acompanhe o MOBIC (e a Mih) nas redes-sociais!
Twitter // Facebook // Instagram // Grupo do Blog // Snap: mihbroccoli

2 comentários:

  1. esse é um daqueles posts pra guardar pra vida, né? <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, amo tanto seus textos e seu blog que meu coração encheu de amor ao ler isso! <3

      Excluir

MY OTHER BAG IS CHANEL © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.