social icons

search

Michele Contel

o antigo My Other Bag Is Chanel

mais posts do blog

Tira o band-aid

Foto: Shutterstock

Quando a ferida é funda, não tem jeito: demora para cicatrizar. Primeiro vem a dor insuportável que faz parecer que você é fraca e que não vai aguentar. Depois vem a ideia de colocar um curativo, que é apenas uma medida provisória para que aquela ferida não fique pior. Mas ás vezes fica. Ás vezes o machucado não é cuidado como deveria e acaba ficando pior. Infecciona. O band-aid que antes servia como solução, acaba sendo um empecilho. Ele precisa ser arrancado. Você tenta uma vez: tira pelas beiradinhas. Sente a cola desgrudar da pele e dói. Dói tanto que você desiste. A ferida continua funda, o curativo continua sem fazer resultado. Todos os dias tenta tirar um pouquinho do band-aid, mas é em vão. É um sofrimento sendo prolongado. É a mesma dor voltando todos os dias. Sofrer torna-se rotina pela falta de coragem.

Até que um dia os planetas se alinham,Vênus fica retrógrada, ou você inventa um motivo que seja importante para você, respira fundo e pronto: tira o band-aid de uma única vez. Não sente os pelinhos da perna sendo arrancados juntos, não sente aquela dor imensa. Dura pouco. Três segundos e fica apenas dolorido. A dor, aquela que tirava o sono, vai embora. Quando a água bate, dói. Arde e você se lembra de como era bom, em determinado ponto, ter aquele curativo ali. Mas basta uma brisa passar e refrescar o machucado para você perceber a melhor coisa que fez foi ter arrancado aquele curativo, afinal, dor por dor, que ela fosse sentida de uma vez. Uma única vez.


Curtiu o post? Então mostre seu amor e compartilhe! ♥
Acompanhe o MOBIC (e a Mih) nas redes-sociais!

Comentários

  1. Acho que não sou só eu que vai ler sobre o bandaid pensando em outros ~~causos em que ficou adiando e prolongando dores na vida (por comodidade e por medo), ao invés de ir lá e finalizar o assunto.

    Amei o post, beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Kah, acho que todo mundo já passou por isso na vida, né?
      É foda mas, na maioria das vezes, inevitável.

      Que bom que gostou <333

      Excluir
  2. As vezes surgem bandaids daqueles que a gente nem pensa em tirar, já senti algo assim. O tipo de bandaid que você procura uma maneira de conviver com ele te repuxando e te lembrando a cada dia que ele ainda está alí. Como tudo na vida tem um ciclo, como dizem por aí, isso tudo passa e superamos sem mesmo sabermos como! Acho isso maravilhoso, ver como somos capazes de curar nossas próprias feridas e tirar nossos bandaids!

    Eu também estou participando do #BEDA, confira meu último post "Testanto a lente FishEye da Opteka" aqui

    beijos, "fulana"
    Sobre Caracóis

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, nós somos nossas próprias curas! :)
      Ótima reflexão!

      Excluir
  3. Socorro michele, escrevi um comentário aqui e em no final mando uma "frase" ns comentários.."beijos, nome da pessoa e link pro blog"...acabei esquecendo de colocar o seu no final. Desculpa não ache que sou louca kk

    ResponderExcluir
  4. O problema é quando a gente arranca o band-aid e a cicatriz é tão profunda que nunca mais desaparece. Mas o importante é que se conseguiu arrancá-lo e, talvez essa cicatriz seja somente para vc lembrar e tomar mais cuidado da próxima vez.
    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, "lembrar e tomar cuidado da próxima vez"... É EXATAMENTE ISSO! :)

      Excluir
  5. Oun, que lindo Mi!
    Maior verdade, arrancar o band-aid de uma vez é muito mais fácil. E parece que tem um momento que tudo se alinha mesmo e voce sente: Pronto, agora é a hora de arrancar esse trem,rs.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Ei! Acabei de conhecer seu blog através do BEDA e amei! Às vezes quando as coisas nos fazem sofrer, sentir alguma dor, relutamos em "arrancar o band aid" né? Como você mesma disse, temos que parar de sofrer por falta de coragem. Seja mudando hábitos ou tomando decisões. Amei o post e já estou acompanhando o blog! (aliás, estou igual criança mudando o fundo kkkk) Um beijo : *

    www.fleurdelune.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, que bom que gostou! Fico muito feliz! <3

      E confesso que eu também fico brincando com os fundos ;x hauiehaiuehauieh

      Excluir
  7. Fiquei pensando em todos os band aids que já tirei. Sorte que algumas feridas não são profundas o suficiente para deixarem cicatrizes. Amei o texto ♥

    Curiosamente Impulsiva

    ResponderExcluir
  8. Consigo encaixar esse texto em tantas situações e compará-lo com tantas coisas que não posso dizer que ele é nada menos que maravilhoso ou: o melhor texto que li no dia.

    Amei muito.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

quer ficar sabendo quando sair um post novo?

Profile Photo

hello, it's Mih

Profile Bio

26, geminiana com ascendente em sagitário e lua em peixes, ex-autora de fanfics de McFLY e Harry Potter e, hoje, autora de um livro de verdade. Tenho uma gata chamada Catarina e bebo muito café (muito mesmo!). Aqui no blog eu falo sobre amor e outras coisas que me deixam feliz :)

Instagram