23/06/15

Por que a ideia da Beyoncé nos filmes da Marvel assustou tanto?


O mimimi no mundo geek, dessa semana, é o rumor que diz que a Beyoncé pode estrelar um dos filmes do Marvel Universal Cinematic (MCU). Esse assunto passaria batido por mim, se eu não parasse para ler os comentários da notícia compartilhada pelo mestre Stan Lee. Ele compartilhou e perguntou "Quem ela deveria ser?" e essa pergunta foi o bastante para respostas preconceituosas, machistas, sexistas, etc. 

Meninas que se interessam pelo universo geek provavelmente já passaram por situações de machismo nesse meio. Um grupo que deveria ser inclusivo por questões de empatia, é tão machista e preconceituoso quanto um campo de futebol. Se você é mulher, automaticamente já não entende muito do assunto. Se você é mulher e é bonita, você está lá porque faz graça, quer aparecer e, muito provavelmente, é burra. Se você é mulher, bonita, gostosa e uma estrela pop, como Beyoncé, você não serve para nada - a não ser para interpretar uma garçonete, como alguém sugeriu na enquete. 

O rumor não fala sobre o personagem que seria interpretado pela cantora. O rumor não fala de seu destaque. O rumor só fala que um produtor gostaria de tê-la em seu time. Pode parecer "bater demais na tecla", mas tudo isso pode, sim, ser machismo. Sabe por que a ideia de ter a Beyoncé no MCU assustou tanto? Porque Beyoncé representa uma mulher poderosa, engajada e com discursos pertinentes. Assustou porque ela não é só uma mulher gostosa, ela tem voz - física e politicamente falando. Assustou porque as mulheres podem se identificar (por mais que Beyoncé seja loira de cabelo liso, ela é negra e foge do padrão caucasiano e magro de Hollywood) e pode querer "fazer parte do universo geek".


Sabe por que fiquei tão incomodada? Porque contestaram a competência dela para interpretar uma heroína. Ao mesmo tempo em que o rumor saía, mais especulações sobre quem interpretaria o Peter Parker fervilhavam até que, finalmente, confirmaram o nome de Tom Holland. Não foi bem aceito (spoilers: os fãs nunca aceitam um ator logo de cara, e falo aqui que eu mesma fiquei cheia de mimimi quando anunciaram o Benedict Cumberbatch como o Doutor Estranho), mas os motivos eram mais simples: ele não parecia o Peter dos quadrinhos. Asa era melhor. Mas, em nenhum momento, seu talento foi contestado. Ele não era incompetente, só não agradou. Diferentemente de Beyoncé, que, para os críticos, só serviria como uma garçonete sem falas. 

Alguns comentários, que até "aceitariam" a cantora como uma heroína, eram extremamente limitadores. "Ok, ela pode ser a Tempestade. Seria legal vê-la como a princesa de Wakanda". "Ah, mas quem ela seria? A Fox tem os direitos da Tempestade". Porque mesmo com Nick Fury sendo originalmente branco e de cabelo liso (e tendo sido interpretado por Samuel L. Jackson e, no arco Ultimate, ele já ser negro nos quadrinhos), Beyoncé só pode interpretar uma personagem negra. E personagem negra, de relevância, é só a Tempestade. Agora me respondam, por que ela não pode interpretar Carol Danvers, a Miss Marvel, que vai ganhar um filme solo? 

Porque, meus amigos, uma mulher forte dando vida a uma heroína poderosa, assusta e assusta muito. 

Eu, do fundo do meu coração, desejo que não seja um rumor e que a cantora viva a Miss Marvel. Quem acompanha os quadrinhos, sabe que Carol é (mais uma) loira, de cabelo liso, olhos azuis e com corpão convencional. Esse padrão já tem poderes e esse padrão já é representado. O que queremos é ver uma negra, feminista em um filme que atinge tanta gente. E Beyoncé, definitivamente, tem essa força.

Leitura recomendada: Por que Miles Morales como Homem Aranha é tão importante? 

Update: não, você não entrou no blog errado! Por causa do IT, eu não conseguia mais lidar com um layout carregado e pesado. Esse é clean, rosa e lindo, como a terceira versão do MOBIC (quem é dazantiga, lembra!). 

Curtiu o post? Então mostre seu amor e compartilhe! ♥
Acompanhe o MOBIC (e a Mih) nas redes-sociais!

9 comentários:

  1. Sobre esse post: só li verdades. E olha, dona Michele, muito chateada que cê não aprovou mozão Ben para Doctor Strange.
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MAS MIGA, é que eu queria os atores do post que citei HAUIEHIAUHE mas nada contra seu mozão! JURO! ♥ tenho certeza de que ele vai ser massa!

      Excluir
  2. mimimi machista é um saco. esses omi não conseguem ficar de boas tazeloco. não sabia da hipótese e amay a ideia da queen be atuando nos filmes da marvel :) e ah, bloguito tá lindo ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada sua linda <3 mas é, somos as chatas do rolê E VAMOS CONTINUAR SENDO rs

      Excluir
  3. Eu evito de ler os comentários de notícias como essa, justamente para evitar nervoso.. Leio cada coisa escrota quando invento de olhar..

    E sobre o Bene, poxa!! To apostando tanto nele nesse papel ahahuhauauuhauhuahuh
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai miga, melhor coisa que você faz. Eu até tento, mas tem vezes em que, né.

      Mas juuuuuro que não tenho nada contra o Bene hahahaha aliás, acho ele competentíssimo, tenho certeza que vai sambar como Doctor!

      Excluir
  4. Adorei o post. E vou amar ver a Beyoncé como heroína nas telonas - já que ela já é heroína pra mim, na real life. <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SIM, o que é ser heroína no cinema pra quem já >é< né? hahahaha ♥

      Excluir

MY OTHER BAG IS CHANEL © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.