18/03/15

Papo calcinha #9 - Até quando vale a pena insistir em um namoro?


A graduação acabou, mas nós jornalindas continuamos unidas, seja no WhatsApp ou no e-mail para debater assuntos polêmicos para o Papo Calcinha. Apesar de não ser muito polêmico, o debate de hoje é de extrema importância para muita gente. E se é o seu caso, miga, senta e leia com calma. Além das 5 opiniões, vou separar um material bem legal para você ler e acalmar seu coraçãozinho. Vamos conversar? Até quando vale a pena insistir em um namoro furado

Marina:
Vamos lá! Na minha opinião, a partir do momento que se tem este pensamento, já é um sinal de que algo está errado. Digo isso porque relacionamentos são como receitas: impossíveis de serem feitos com apenas um ingrediente. Assim como só os grãos de arroz não formam o produto final, o mesmo acontece de relacionamentos que só tem amor. E será que é amor mesmo? E o RESPEITO, o companheirismo, a fidelidade, onde entram? Partindo deste principio, vamos a resposta da pergunta: acredito que vale a pena insistir em um relacionamento até quando se tem respeito e vontade de continuar com com a outra pessoa. 

A partir do momento que só existem trocas de xingamentos e desconfianças, eu não acho que vale a pena. Não é saudável estar com alguém que só pensa mal de você. Não é saudável estar com alguém que te xingue de vadia e ai uma série de fatores começam a se acumular. Você já perde a vontade de estar com a pessoa, deixa de se sentir confortável ao lado dela, e sente uma pressão psicológica muito pior do que qualquer agressão física. Acho que neste ponto, quando este pensamento surge, precisamos pensar em dois fatores importantes:

- Isso realmente é amor? Não será algum sentimento de posse? Pode ser rotina também, será que não é?
- Até que ponto vale a pena abrir mão da minha felicidade para fazer outra pessoa feliz? 

Gente, um relacionamento é feito de pessoas que se complementam e não de pessoas que subtraiam a qualidade do outro, ou some até demais, a ponto de sobrar. Falar que ninguém muda é errado. Algumas pessoas mudam, mas isso acontece em 5% dos casos e não acho certo ficar se privando do seu direito de felicidade, só para estar com alguém pelo pensamento: ah mas ficamos tanto tempo juntos, fizemos tantos planos, e tudo isso não conta? Eu acho que vale a pena insistir em um namoro quando se tem respeito, carinho, companheirismo... Se não tem, junte suas coisas e vá embora, amiga. 

Vá embora porque a vida é linda lá fora, e até quando vamos ficar esperando o sapo virar príncipe encantado, quando se tem tantos outros príncipes, outros planos e outras histórias lá fora? Eu sei que o novo da medo, o novo assusta. Mas esse frio na barriga é necessário e é o que precede bons acontecimentos. E assim como pular de bungee jumping , na hora do desespero uma corda bem forte (sua família e seus amigos) estarão lá para te sustentar.


Gabi:
Até quando vale a pena chutar um, desculpem a expressão, cachorro morto? Isso trará o mesmo de volta à vida? Acho que não. Acredito que usando esse termo posso responder a pergunta. Gente, por mais que você tenha um carinho imenso pela pessoa, quando não dá certo, não dá e não dará. Você só vai remar ainda mais contra a maré, se cansar, para morrer na praia. A vida é muito mais, ela é cheia de possibilidades e novas pessoas. Insistir num erro é como se mutilar aos poucos. Claro, você deve sim tentar até onde puder, mas saiba reconhecer quando aquela página de vira ou o livro se acaba. É maduro reconhecer o final de algum relacionamento. Não só namoro.

Flávia:
Na minha opinião um relacionamento não vale mais a pena quando começa a te fazer sofrer, a te fazer mal. Quer dizer, todo namoro tem dias bons e dias ruins, porém quando houver mais dias ruins do que dias bons é prova de que algo não está certo. Há alguns anos, enquanto eu assistia Gossip Girl #sdds eu escutei uma frase que me marcou muito: "Como você pode chamar isso de amor, quando você mais chora do que sorri?". Quem disse isso foi o Dan para a Blair sobre a relação dela com o Chuck. E olha, eu super concordo com essa frase. Pra que ficar insistindo em algo que não está te fazendo bem sendo que você poderia estar por aí conhecendo outras pessoas, inclusive alguém especial? Comodismo? Medo de ficar sozinha? Amor? Ou será obsessão? Basicamente, eu acho que devemos sempre seguir em frente, porque a vida é muito curta para perder tempo com quem não vale a pena. E pra terminar deixou aqui um dos sábios conselhos do famoso pensador contemporâneo Barney Stinson: "new is always better".

Pat:
A partir do momento que você está dentro de um relacionamento, significa que você escolheu estar nele. Se você escolheu se relacionar, significa que você escolheu aquela pessoa para estar com você. Se você escolheu alguém, significa que você por um ou vários motivos ama a presença, a companhia, o abraço, o cheiro, enfim, a pessoa de um modo geral. E se ama, como pode desistir dela?

As vezes, eu fico me perguntando onde esses casais que dizem se amar tanto enfiam o amor quando o relacionamento acaba. Elas simplesmente desistem umas das outras e somem sem nem dizer tchau? Sei que as vezes as coisas não vão bem, a rotina cansa, o tempo desgasta... Mas sempre existem motivos para acreditar no amor, e principalmente na relação. Relacionamentos longos normalmente somam muito mais que amor, paixão e companheirismo. Rola respeito, admiração, amizade, carinho e uma porção de coisas que não daria para citar uma por uma. É nisso que devemos nos apegar na hora do desespero, quando o desanimo bater.

Na hora de somar até onde vale a pena insistir em uma relação, devemos olhar para o que há de bom, somar todos os sentimentos positivos, fazer a equação de todos os momentos de alegria e multiplicar os dias felizes ao lado daquela pessoa única. Subtraia a negatividade, esqueça as desconfianças e as mágoas antigas. Perdoa aquele atraso da semana passada, ou aquela mensagem na madrugada que não rolou. Preste mais atenção no que ele faz por você e não no que ele deixou de fazer. As vezes estamos tão preocupados idealizando um príncipe encantado que esquecemos de valorizar o "sapo" que temos. 

Insista! Persista e não desista! Antes de dizer adeus e admitir que é o fim, tenha plena certeza de que nenhum dos seus futuros e presentes planos incluem aquela determinada pessoa. De que de todos os seus sonhos ela não faz mais parte de nenhum. Além disso, é preciso estar pleno em relação ao sentimento, pois uma vez colocado um ponto final, nunca mais o relacionamento será o mesmo. Pois se alguém teve coragem o suficiente pra chegar ao fim uma vez, ela terá coragem novamente. 

Eu sou completamente a favor da insistência. Acho que todos relacionamentos merecem uma chance. Seja de namorados, amigos ou familiares. Insistir no que se ama nunca é perda de tempo, é sempre bom começar de novo, afinal se apaixonar pela mesma pessoa todos os dias e amar ainda mais quem a gente já ama é melhor ainda!

Minha opinião:
Acho que as meninas já falaram tudo e apresentaram ótimos argumentos pelos dois lados. Acho que tem que tentar, sim, o máximo que der. Tente, tente, tente. Mas saiba a hora de parar. Porque se precisou de tantas tentativas, é porque algo está errado. 

Uma vez vi um provérbio árabe que dizia mais ou menos o seguinte: "Se uma coisa aconteceu uma vez, ela pode não acontecer uma segunda. Se uma coisa aconteceu duas vezes, provavelmente acontecerá uma terceira". De qualquer forma, deixo aqui algumas dicas de leitura para deixar você mais tranquila para qualquer futura decisão. 



Acompanhe o MOBIC (e a Mih) nas redes-sociais!
Twitter  ♥ Facebook ♥ Instagram ♥ Youtube

4 comentários:

  1. Olha, acho que esse post me deu uma luz que eu tava precisando, viu? Quando a gente tem um relacionamento longo as vezes acaba virando rotina e nem percebe... Mas agora vi que tenho vários motivos pra continuar com algo que me faz bem. :)

    www.yesshedoes.com.br

    ResponderExcluir
  2. Namorei 4 anos e sei bem do que estão falando. O post só me fez ter mais certeza ainda da minha decisão e entender que foi a coisa certa a se fazer.. tá doendo? tá! Tô com saudades de namorar? tô! Mas é melhor terminar com 4 anos de namoro do que se arrepender de não ter terminado depois de 40 anos de casado. Pelo menos é graças a essa opinião que estou resistindo às inúmeras mensagens me pedindo para voltar.. beijos

    Mutações Faíscantes da Porto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol... Estou como VC, terminei meu namoro de 3 anos pq meu namorado escondia tudo de mim e exigia confiança sem me dar motivos. Pensei exatamente como VC melhor sofrer agora por um tempo do que uma vida inteira depois...

      Excluir
  3. Nossa que comentário perfeito esse feito pela Pat. Precisava conhecer uma mulher assim. Apaixonei.

    ResponderExcluir

MY OTHER BAG IS CHANEL © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.