20/04/14

As estações e os relacionamentos


Em uma conversa, me disseram que os relacionamentos podem ser associados com as estações. Depois de pensar um pouco sobre o assunto, achei a analogia interessante, se não, perfeita. De fato, os relacionamentos passam por fases, como as estações. Vejamos. 

O começo de todo relacionamento é como a Primavera: ameno, gostoso, lindo. Nada parece ruim, quase não tem chuva. É leve, confortável. Bom, em uma palavra. Em seguida, chega o Verão: intenso, forte, caloroso. Aparecem algumas chuvas, mas ainda assim, é verão, ainda é quente, ainda tem aquela tonalidade diferente. O Outono não demora a aparecer: as folhas despencam das árvores, a atmosfera fica mais fria. Ele começa a ficar mais difícil, mas ainda é possível vivenciá-lo sem danos. É mais difícil que o verão e mais denso que a primavera. Ele testa: se não estiver com um agasalho, mesmo que leve, você sofre. É um preview do inverno e do que ele traz.


Ah, o Inverno. Todo relacionamento precisa passar por ele: ele é difícil, você precisa estar muito bem agasalhado e pensar no que fazer. Você pensa nas coisas com muito mais cuidado, afinal, uma saída de casa em um horário ruim pode resultar em uma gripe. E quando chove? As gotas machucam tanto quanto pequenas facas cortando a pele, que já está sensível devido o mau tempo. Tudo fica mais intenso no frio, por mais que esteja sob grossos cobertores e meias de lã. E então, se você passa pelo inverno, a primavera volta, leve, linda e mostrando que todos os ciclos valeram a pena - e que você está apto às mudanças e nuances de um relacionamento. 

Pensar sobre isso fez com que, sem querer, me lembrasse de um curta incrível que assisti quando tinha 18 anos. É o "Faubourg Saint-Denis", que tem a Natalie Portman e integra o projeto igualmente incrível "Paris Je T'aime" (se não assistiu, por favor, coloque na lista). No curta, ela diz o seguinte texto:

"Escuta. Às vezes a vida exige uma mudança. Uma transição. Como as estações. Nossa primavera foi maravilhosa, mas o verão terminou e deixamos passar o nosso outono. E agora, de repente, faz frio, tanto frio que tudo se congela. Nosso amor dormiu e a neve o tomou de surpresa. E se dormes na neve não sentes vir a morte. Cuide-se. Adeus!”



Que é basicamente o que eu quis dizer no texto, mas com um desfecho diferente. E então, chegamos a conclusão de que um relacionamento, de fato, pode ser associado com as estações. É feito de fases leves, pesadas, quentes, frias, cinza e amarelo. É feito de extremos - não que extremo seja algo ruim.

Acompanhe o MOBIC (e a Mih) nas redes-sociais!
Twitter  ♥ Facebook ♥ Instagram ♥ Youtube

2 comentários:

  1. Só quem enfrentou e venceu o inverno saberá aproveitar os verdadeiros sabores da primavera.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sábias palavras, pequeno padawan! É preciso passar pelo inverno para aproveitar, de fato, a primavera ☺

      Excluir

MY OTHER BAG IS CHANEL © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.