24/03/14

Papo Calcinha: sexo no primeiro encontro pode?

Fazia tempo que não rolava Papo Calcinha, né não? Mas as meninas voltaram mais afiadas que nunca e com um tema mega polêmico. Quer dizer, não polêmico, mas divisor de opiniões: Sexo no primeiro encontro pode? 


Marina:
Tudo SEMPRE depende. Não acho que é uma questão de poder ou não, do que serei tachada e etc, é uma questão de momento. Se você está em uma balada, conheceu um cara lá e rolou, ok... Se você se sentir bem com isso, não tem nada demais. Mas, se depois for ficar se martirizando, acho que não vale a pena - nem a dor de cabeça. Agora se você já conhece a pessoa há algum tempo, se vocês já conversam, ficaram e já rolou... Acho ok e acho que não há motivos para dor de cabeça ou peso na consciência. :) 

Não estamos mais em 1960 para rotular uma pessoa de vadia ou não porque ela transou no primeiro encontro. Estamos em pleno 2014, sabe. Não há necessidade disso. Então meu conselho é: sentiu vontade, faça. Vai se martirizar, se culpar depois, pense um pouquinho... Se mesmo assim ficar com vontade vai... E vai com tudo, amigas! 

Gabi:
Hum, sexo no primeiro encontro pode? Pode! Não vou ser aquele chato que diz "precisa esperar o casamento, ou, o cara não dá valor", tudo depende de cada caso. Eu acho legal sim a pessoa provocar, mas não dar logo de cara, manter um mistério até onde conseguir, mas se rolar, quem sou eu pra julgar? Beijos de luz!

Flávia:
Acho que não existe uma regra. Deu vontade de transar no primeiro encontro? Por que não? É só se cuidar pra não ter dor de cabeça no futuro. Agora, não dá pra fazer algo que não se quer, ainda mais se alguém estiver pressionando. Agora uma dica para os boys: NÃO é NÃO, a menina pode estar bêbada, sóbria, não importa, não não significa sim, muito menos talvez.

Tatiane:
Sexo é sempre polêmico, convenhamos. Ainda mais pra se falar qual o dia certo pra isso acontecer. Ainda mais as garotas, que enxergam isso com os olhos mais protetores do mundo. Transar no primeiro encontro é uma atitude de muita coragem e personalidade (um amigo me disse isso uma vez e eu concordo!). Difícil opinar no sentido de: "não transe na primeira porque é cilada e depois será trocada no dia seguinte Vs. transa mesmo, não é o que quer?". Difícil!

O pior de tomar a decisão é que geralmente você tem minutos pra decidir (enquanto o primeiro encontro está de fato acontecendo) ao passo que você pode sair de casa com essa decisão tomada (o que não se aplica a mim: geminiana mais indecisa do Brasil). A perturbação master é: 

> Se eu transar ele vai pensar
1) Uhuuu, consegui de primeira.... Mais uns três encontros e tchau, gata (e você servirá como um troféu na estante dele)
2) Mina de personalidade mesmo, não teve medo nem vergonha (e você servirá de admiração)
Resultado: surto nas próximas 24h

Particularmente falando e finalmente opinando: o primeiro encontro não é nunca o primeiro contato (pode ser que seja o primeiro pessoalmente ou bem próximos), mas há a troca de mensagens, de fotos, de ligações antes de se verem, de fato. Essa proximidade inicial é o que dá ou não segurança pro dia D. Tudo flui quando já existe essa "amizade" previamente. O beijo, o abraço, o toque são consequências do encontro. O sexo é mais uma. PORÉM o sexo é o ápice de qualquer relacionamento, nada é mais íntimo que esse ato. Portanto estar segura na hora é fator decisivo. Se vai dar em namoro? Não tem como prever né, gente! 

CONFESSO que é uma atitude de muita coragem (de novo essa tese), mas há quem pague para ver. Pode não dar em nada e levar o maior fora e/ou o maior gelo da história, mas também pode encontrar o boy da sua vida ever. O sexo pode ser A tragédia ou ter O orgasmo da sua vida. O sexo para acontecer não depende de você, exclusivamente. Você não transa sozinha (isso se chama masturbação!). Por isso estar segura de si, do que quer pra vocês dois e sentir o que ele quer de você e de ambos é importantíssimo! Dizer "agora não é o momento" é o teste perfeito pra conhecer os princípios do boy. Se ele respeitar: ponto pra ele; se ele fizer cara de quem não gostou: pegue a bolsa e vá embora a pé!

Outra coisa importante: o que você quer? Sexo com o cara gato que malha na mesma academia que você e fim ou sexo com o mesmo cara todo dia e sem fim. Ir pro encontro com isso já determinado elimina a questão do arrependimento em caso de pé na bunda. Em todo caso, não se precipite. Na dúvida, dorme (pensamento mais sábio de todos os tempos). Como não se arrepender de algum encontro? Faz parte da vida em qualquer aspecto. Arrepender-se é um risco e saber de que pode não arrepender também é! 

Minha opinião:
Se tem uma coisa que a gente aprende nessa vida é que quando a gente quer fazer alguma coisa, nada nos impede. Se deu vontade de transar no primeiro encontro, por que não? Por que os homens "têm o direito de fazer o que quiserem" no prazo de tempo que for melhor para eles sem levar nenhum rótulo e nós não? Estamos em 2014 e vou contar um segredo: mulher tem as mesmas vontades sexuais que um homem, viu? Só que, infelizmente, o que mais tem é gente babaca nesse mundo, então, fica a dica: certifique-se de que não está se envolvendo com um deles. 

Certificado isso, entregue-se mesmo. As chances de dar errado são as mesmas de dar certo. Não precisa se perguntar tanto! Se você tem certeza do que quer, vá! E, ah, essa coisa de "Você pretende namorar com ele? Então não faça nada no primeiro encontro" é balela. Tanto é que a Super fez até uma matéria sobre isso desmitificando essa conversa. E olha, se você encontrar um homem maduro o suficiente para entender a normalidade disso, a noite - e qualquer coisa que venha a acontecer posteriormente - com certeza vai valer a pena. 

* Patrícia não pode escrever para a coluna dessa semana.


Acompanhe o MOBIC (e a Mih) nas redes-sociais!
Twitter  ♥ Facebook ♥ Instagram ♥ Youtube

3 comentários:

  1. to comentando no anônimo por motivos de: familia/amigos sabem usar a internet e acho que isso é um assunto que só diz a mim né? mas queria opinar! :D hahaha fiz sexo no primeiro encontro e o resultado é que ele é o homem da minha vida e estamos de casamento marcado. E se eu pudesse dar um conselho seria: se o coração e o corpo mandarem, se joga! você pode perder uma experiência maravilhosa, acabar vivendo no arrependimento e, quem sabe até, perder o amor da sua vida! rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que comentou e compartilhou com a gente sua experiência! ♥
      O que você disse sobre "o coração e o corpo mandar" é total verdade. Se tudo isso sinalizar que sim, você vai mesmo fazer o contrário só por causa de algo que colocaram na nossa cabeça. E é como eu disse: se você identificou que o cara não é babaca e vale a pena, why not? E toda a felicidade do mundo para vocês! Casais assim a gente torce mesmo sem conhecer (conheço? HAHAHA) ♥

      Excluir

MY OTHER BAG IS CHANEL © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.