31/03/14

5 lições que podemos tirar com How I Met Your Mother


Hoje, a série de comédia que conseguiu igualar com Friends na minha questão de "série favorita", chega ao fim. Ainda não sei como vou lidar com o último episódio de How I Met Your Mother e nem sei se vou querer assistir hoje mesmo rs. Por isso, resolvi fazer uma lista de 5 lições que podemos tirar dessa série tão bem feita que, por diversas vezes, nos faz pensar e nos colocar no lugar de determinados personagens. 

5- Nada de bom acontece depois das duas da manhã


Se não me engano, foi a mãe do Ted quem ensinou para ele que nada de bom acontece depois das duas. E de fato, não acontece. Se passou desse horário, você está em casa e te chamaram para sair, vai por mim (e pelo Ted), fique em casa. Tive algumas experiências que comprovam essa teoria, como por exemplo, ligar para um ex depois desse horário e acabar fazendo cagada. Ou sair depois que já tinha aceito que, não, aquele sábado não reservaria mais nada e mesmo após sua teimosia, continuou não reservando. Enfim. A não ser que, sei lá, você esteja parindo (como ele conta que aconteceu na 9ª temporada), fique em casa. 

4- Todo mundo tem uma bagagem


O Ted usa esse exemplo para quem namora depois dos 30. Eu uso para qualquer relacionamento. Todo mundo tem uma bagagem, isso é fato. Todo mundo tem ex-namorado, já viveu algumas experiências (traumáticas ou não) e cabe ao novo parceiro aceitar ou entender - pelo menos na teoria. É difícil e a gente sabe (e convenhamos que tem coisas que precisam e devem ficar no passado), mas já parou para imaginar que toda essa bagagem do parceiro é fundamental para que ele/ela seja como é hoje? Todo trauma, por mais difícil que seja, deixa algo de bom no final. *otimista*

3- Manter ex-namorados por perto pode trazer sentimentos mal resolvidos à tona


Já falamos disso no Papo Calcinha, mas não custa reforçar: se ex fosse bom, não era ex. Eu também sou ex e continuo achando isso. Manter pessoas que você já teve um sentimento muito forte, por perto, pode sim confundir seus sentimentos em relação ao atual. Não dá e não dá para o atual conviver com isso, por isso, por mais que eu amasse a Robin, eu concordava com as namoradas que não a queriam por perto.

2- Um relacionamento perfeito tem seus tempos ruins também


Isso foi Lily e Marshall que nos ensinou. Em várias fases da série, um teve que desistir de seu sonho pelo outro. E assim eles iam construindo um relacionamento lindo e, consequentemente, alcançando a felicidade diversas vezes. Outra coisa que o casal mais lindo de todos no mostra é que o "relacionamento perfeito" tem seus tempos chuvosos e o amor é uma série de ações para driblar qualquer capricho do tempo. Ou destino, como preferir. 

1- A pessoa certa aparece quando você não está procurando


Quando Ted desencana de achar a The One, ela aparece! Justamente quando ele está "se despedindo" do amor da sua vida. Isso nos ensina que o amor verdadeiro, aquele de filme e que eu já falei aqui, aparece quando a gente realmente não procura e não espera. E muitas vezes, até está indo no caminho contrário. 

Pronto! Já posso enxugar as lágrimas, porque exageros a parte, não sei como serão as minhas semanas sem esses 5 personagens tão bem construídos que eu tenho a sensação de que são meus amigos. ♥ 

(Robin, nos vemos na SHIELD!)


Curtiu o post? Então mostre seu amor e compartilhe! ♥
Acompanhe o MOBIC (e a Mih) nas redes-sociais!

2 comentários:

  1. Isso mesmo <3 HIMYM é mais que uma série de amigos, é uma série encantadora apaixonante onde se aprende mt, otimo post, vc ja acabou? vamos pra oq importa Prefere a Robin com o ted ou com o Barney?kkkk preifo mil vezes com o Barney ,bjss

    /lennamaria.com

    ResponderExcluir

MY OTHER BAG IS CHANEL © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.