13/01/14

Amoremil: Redes Sociais


O last seen do seu Whatsapp muda de 5 em 5 minutos. Seu Facebook está lotado de solicitações e mensagens inbox. Seu Twitter, bombando de seguidores e RTs. Você tem que responder às milhares de perguntas anônimas do seu Ask e verificar quantas mil pessoas curtiram suas fotos e enviaram as diretas pra você no Instagram. Agora, vem cá e me diz uma coisa: Você aceita amá-lo e respeitá-lo na saúde, na doença e nas redes sociais?

Pra muita gente essa pergunta não fez o mínimo sentido. Mas quem namora entendeu perfeitamente onde eu quero chegar. E onde eu quero chegar? Bom, é o que o primeiro capítulo da segunda temporada da coluna Amoremil vai te dizer agora!

Resolvemos voltar com um tema #foda e digamos, com absoluta certeza, o maior motivo de ciúmes e discussões dos muitos “namoradinhos” espalhados pelo mundo: As Redes Sociais!

Sim, elas! As Redes Sociais! Nelas, trocamos mensagens, secretamente ou não, com vários tipos de pessoas. O tipo de pessoa que nos quer bem, o tipo de pessoa que nos quer mal e por fim, o pior tipo de todos: o que finge gostar de nós. Um desabafo com a pessoa errada e lá vêm eles - os print screens enviados anonimamente para desestabilizar um relacionamento. Conversas excluídas então, essas são um perigo! A gente esconde o que não se pode mostrar. E se não se pode mostrar é porque tem treta? Às vezes não, vai que seu parceiro só quer esvaziar o celular porque a memória está cheia... Aham! rs


Nas redes sociais, por outro lado, brincamos de medir status com as famosas curtidas ou likes. A brincadeira funciona mais ou menos assim: O participante que gostar dos posts do concorrente curte e espera que o curtam de volta. Quem possuir mais curtidas vence o joguinho idiota e narcisista. Mas os benditos likes são um problemão pra quem tem um compromisso sério. “Por que ele curtiu que essa vaca-ex vai passar as férias aqui?” “Por que ela curtiu esse viadinho saindo molhado da piscina?”. Nesses casos, o ciúme é aceitável até porque respeito é um conjunto de situações, não apenas não beijar ninguém na frente de quem você está junto. Agora, já vi muito estresse acontecendo pelo inverso: “Por que esse merdinha curtiu a foto da minha menina?” “Por que essa gorda comentou o status do meu namorado?” Não faça isso! Não se tem absoluto controle sobre quem vai ou não gostar dos seus posts. Então, não é culpa do seu parceiro que alguém curtiu a foto dele. Ok?

Vale lembrar que tornar públicos alguns dos seus pensamentos e vontades machuca quem ama você. Gostou do corpão daquela garota na foto? Guarda pra quando estiver tomando banho! Se apaixonou pelo book do galã da cidade ao lado? Comenta na reunião com as amigas! Mas evite discussões. Na base do bom senso, dá sim para manter uma relação saudável e que mereça vários likes. Caso prefira total liberdade pra fazer o que bem entende nas redes sociais e até na vida é fácil, termine seu relacionamento. Pode parecer drástico demais, só que se você não está pronto pra honrar um compromisso, pule fora! É mais fácil, mais digno.

Eu poderia ficar horas aqui exemplificando vários problemas e intrigas causados pelas redes sociais, mas não é necessário. A própria vida já faz isso! Só quero deixar uma dica pra vocês: Ao vivo tudo é mais gostoso. Então, larguem seus smartphones e se beijem. Otávio Almeida curtirá isso. ;) 

* Faça um pequeno teste: Poste uma foto sua digna de modelo e outra de uma paisagem deslumbrante, daquelas que parecem que nem existem. A sua terá muito mais likes porque a galerinha está curtindo muito mais todo esse narcisismo moderno.

Acompanhe o MOBIC (e a Mih) nas redes-sociais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MY OTHER BAG IS CHANEL © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.