01/11/13

Desafio das 52 Semanas #11: Meus brinquedos preferidos na infância eram:

 
Quando eu era criança eu era meio introvertida. Eu não brincava na rua, quase não me machucava - quase - e não gostava das brincadeiras das outras menininhas da escolinha. Eu não gostava de bonecas, brincar de casinha e se tive um jogo de panelinhas foi muito. Eu sempre preferi ganhar diários, caderninhos, lápis de cor, canetinhas e livrinhos quando criança, então, fazer esse desafio foi um pouquinho difícil, porque eu tive que realmente pensar e tentar lembrar do que eu gostava.  Sendo assim...

1- Estojão 
Eu perdi as contas de quantos "estojões" eu ganhei quando criança, só lembro que tive um do Digimon, um do Pokemon e um da Barbie. Eu sempre preferi desenhar do que brincar, aliás, isso era "brincar" pra mim. Todo mundo falava que "quando eu crescesse" provavelmente trabalharia com algo do tipo. Acho que daí vem meu interesse por design gráfico, eu acho (embora eu não trabalhe com isso e curse jornalismo haha). 

2- Sorveteria da Eliana
Esse foi o brinquedo que eu mais quis na vida (um beijo para os publicitários responsáveis!). Quando ganhei, ele veio com um gostinho especial de: frustração.Na propaganda, você fazia um sorvete de verdade, bonito e tal, na realidade... Era um gelinho! Hahahaha eu fiquei tão triste com essa sorveteria que minha mãe, pra me deixar feliz e me fazer acreditar que funcionava, comprou sorvete, colocou na máquina e fez eu acreditar que o brinquedo funcionava. Mas não durou muito não. 

3- Lego
Por lego, leia-se: aqueles baldes amarelos com umas 5 mil peças que sempre te fizeram xingar quando entrava em contato com a sola do seu pé. Eu amava lego, mesmo que só construísse casinhas e aviões. Uma vez até fiz um panda, mas minha irmã sempre destruía minhas ~composições~. Traumas de irmã mais velha. 

4- Banco Imobiliário
Eu sempre adorei jogos de tabuleiro, mas minha paixão, na infância, era o Banco Imobiliário. Altas falcatruas, fraudes, roubos e investimentos nesse jogo que, não sei porque, eu sempre ganhava. #truques #corrupção #fraudes UIAHEUIIUAEHAIUEH 

5- Barbie
Eu não gostava de bonecas, na verdade, nunca tive imaginação o suficiente. A minha mãe tentava: me comprou toda a casa da Barbie, me comprou a Barbie grávida, o Ken, a sobrinha dela, enfim, ela insistiu e a minha única diversão com a boneca loira era: vesti-la e cortar o cabelo. Sério, eu passava horas ~produzindo um desfile~ e trocando as roupinhas dela. Aí, quando queria ousar, cortava o cabelo dela, minha mãe brigava comigo e logo aparecia com uma nova e o discurso de "Não vai estragar o cabelo dessa também, hein?".

E só pra descontrair (e porque achei essa imagem incrível hahaha) um recadinho ~para as inimigas~




 

VEJA OS OUTROS POSTS DO DESAFIO:
Acompanhe o MOBIC (e a Mih) nas redes-sociais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MY OTHER BAG IS CHANEL © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.