Social Media Icons

slide code

Photo

Michele
Michele, 26 anos, ex-escritora de fanfic e agora escritora de livro de verdade.

mais?

follow mih

social media icons 2

Search

categoria 1

amor

categoria 2

lista

categoria 3

pessoal

post fresquinho na sua caixa de entrada

We have a winner: a melhor ampola de hidratação é a da TRESemmé!

Depois de testar as duas ampolas de hidratação mais famosas (da mesma faixa de preço), nós temos uma vencedora: a da TRESemmé! Eu vi ela no blog da Patty e fiquei louca pra testar. Usei no fim de semana e, gente, o resultado é gritante. Mesmo! 

A diferença da ampola da TRESemmé é que você vê o resultado na primeira lavagem - e um resultado imenso. Meu cabelo, que estava ressecadinho, ficou hiper hidratado, super brilhante, leve e lisérrimo (eu não uso chapinha, mas seco todos os dias). Geralmente, ele fica ondulado, mesmo secando, agora, fica liso liso liso (não sei se gostei, na verdade), mas se é o resultado que você quer, é a melhor opção. 

A caixinha com três ampolas saiu por R$ 12,00 (mas pode variar até uns R$ 15,00) e o uso é de apenas 60 segundos no banho. Usei exatamente neste tempo e o resultado foi ótimo. Ela é tão boa que perdi a vontade de continuar testando outras marcas. ♥

Entre as testadas, a ordem de preferência ficou: TRESemmé > L'Oreal > Pantene, embora as três sejam boas - mas é claro que sempre temos uma queridinha. 

Para ver os posts anteriores, clique aqui (Produtos baratinhos e incríveis - Pantene) e (Usei, testei, amei: ampolas de hidratação L'Oreal)

Comentários

  1. Cara, essa ampola é daquelas pra estocar pro resto da vida! <3 Melhor achado dos últimos tempos!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

os mais lidos da semana

Dossiê da Enxaqueca
Se tem um assunto no qual eu sou verdadeira expert, é Enxaqueca . Eu já fui a diferentes neurologist…
Anticoncepcional para quem tem enxaqueca
Bom, não é novidade para ninguém que eu sou uma enxaquecosa . As minhas crises são bem tensas e até…
Sobre a romantização do sofrimento como inspiração e sobre minha leveza
O ano era 2015. Ou 2016. Talvez 2017? Mas, em um desses três anos, já vivendo em São Paulo e vivend…