18/12/12

Gossip Girl se despede dos fãs sem nenhuma novidade - e com um final previsível

"Quem é a Gossip Girl?"

A pergunta que me atormentou durante seis anos foi essa. Eu fazia listas, observava detalhes de cada episódio pra tentar desvendar esse segredo. Até parei de ler os livros com medo de que isso fosse revelado.  No episódio exibido na noite de ontem, finalmente descobrimos quem é a Gossip Girl e, apesar da surpresa (não da minha, que sem querer tinha chutado a pessoa certa), não tivemos nenhuma novidade. Sou uma fã da série, então, não espere uma visão mais crítica da minha pessoa. Meu professor de filosofia dizia que não se pode escrever um texto sobre um tema que você tenha paixão, caso contrário, fica tendencioso. Sou obrigada a concordar, mas prometo que tentarei ser o mais "crítica" (ou próximo disso) o possível.


Atenção: o texto pode conter spoilers. 

Já fazia um tempo que Gossip Girl não "decolava". A série foi um sucesso tão grande até sua segunda temporada (sou obrigada a admitir, boa parte por Jenny Humphrey) que as temporadas seguintes não conseguiram manter essa mesma qualidade. Tramas fracas, confusas (até hoje não consigo entender muito bem aquela história do filho da Lilly e do Rufus) e o que era pra girar em torno de SVDW, girou em torno de uma exaustante história de amor entre B e C. Por isso, vou separar o texto em categorias de "casais", acho que fica mais fácil.

"Three words, eight letters say it and I'm yours" 
O ápice da história de Blair e Chuck foi essa coisa de "não poderem ficar juntos". Foi legal, funcionou. Até a terceira temporada. Depois não tinha mais dessa, ficou chato pra dizer o mínimo. Nesta última temporada, essa coisa de "preciso concluir meu plano contra Bart" e eles nem se beijarem foi muito, mas muito ruim. Era um mais do mesmo sem fim para, no final, ser aquilo que a gente imaginou depois do primeiro "I Love You" dito por ambos: eles se casaram, tiveram filhos (ok, filho) e viveram felizes para sempre. Foi o casal que mais funcionou na série, definitivamente. Isso pode ser constado desde o Victor/ Victrola. Sabíamos que seria o melhor casal de Gossip Girl, mas tantas idas e vindas cansaram e nos fizeram dizer "finalmente!!!" quando eles [finalmente] se casaram.

"You know, you love me"
O maior spoiler da série, mas que com certeza não vai te surpreender - a não ser que você esteve fora do twitter - Dan é a Gossip Girl. Sim, ele escrevia x.o.x.o. Gossip Girl. Vocês podem me dizer "Dan é escritor, poderia ser a Gossip Girl sim!", mas se você ver episódios antigos da série, vai ver que isso não faz o menor sentido. Foi feito pra chocar e fim. Vou até usar um gif que a @fernandamene postou no twitter com a seguinte legenda "Dan era tão bom que conseguia chocar a si mesmo". E é aí que vemos que a escolha foi errada. Outra coisa: Serena sempre, SEMPRE culpou a Gossip Girl por tudo de errado que aconteceu em suas vidas, sempre quiserem encontrá-la mais que qualquer outra coisa e, de repente, SE CASA COM ELA/ELE?



SVDW - A protagonista mais coadjuvante de toda a história da CW
Serena é a mais linda, é quem fazia Blair se sentir ofuscada e apagada, é a mais desejada, copiada e qualquer outra coisa que termina com ada - inclusive rodada. Até hoje não me conformo com o que fizeram com a Serena. Blair foi crescendo, crescendo, crescendo que logo assumiu a série sozinha, fazendo com que Serena ao menos integrasse o triângulo amoroso principal da série. Nate, Serena e Blair? Dan, Nate e Serena? Não. Blair, Dan e Chuck. Serena não tinha história. A cada série de episódios, a história se repetia: "ela tentava se encontrar/encontrava um novo namorado/percebia que gostava de Dan". Lembra quando ela ficou dividida entre Nate e Dan?! Até ali funcionava, depois, não rolou. E aí você me responde: S ficou apagada durante o restante da série, até Dan, o Lonely Boy, teve mais destaque pela garota que era o alvo favorito da Gossip Girl, qual o sentido da série acabar com o casamento dela com a Gossip Girl? Blake Lively é uma atriz e tanto, sinceramente. Além de linda e deslumbrante. Foi muito mal aproveitada pela série. Senti falta de Serena e sobrou Blair.

Who is Nate? 
Nate Archibald. Gente, que desperdício. Mais um que tinha tudo pra ser um personagem enorme e que não vingou. Nate serviu para ser o gancho que trazia as novas vilãs para a série. Só que eu me lembro de cabeça: Diana, Juliet, Sage e pegou, também, Vanessa e Jenny. Nate só serviu pra isso: encaixar as novas pessoas no elenco. O final dele foi vazio, como todo o personagem: o Spectator deu certo e ele estava pensando na possibilidade de se candidatar a prefeito (?????).


Além disso tudo, alguns pontos ficaram fracos e mal explicados da história: e o final do Bart? O cara morre caindo do terraço de um edifício e não dá em nada? Ficou muito, mas muito nas coxas. E a Ivy? E o plano pra derrubar Lilly com ajuda do Willian que, no final, fica com a Lilly? Georgina ficou nisso mesmo? - Pra mim é a melhor personagem da série, pra falar a verdade. Enfim, ficaram várias lacunas desnecessárias.

Porém, Gossip Girl me acompanhou desde os 15 anos. Eu me sentia ali. Queria ter um blog anônimo, queria ser incrível como a Blair, queria saber quem era a Gossip Girl. Apesar da história fraca que nos foi apresentada nas últimas temporadas, terminei de assistir feliz e com aquela sensação de vazio que só quem assistiu todos os episódios, acompanhou trama por trama está sentindo agora. Vai fazer falta? Com certeza, mas poderia ter terminado antes - e verdadeiramente incrível.

(Até que consegui ser bem crítica, né?! Hahahaha)

4 comentários:

  1. Adorei ser citada no post! hahaha E achei que você conseguiu ser bem crítica, sim. E entendo seu lado: às vezes a gente enxerga que a coisa não é exatamente boa se for analisar friamente. Mas e daí? E a sua ligação com aquilo, e o lado emocional, como ficam?
    Não assisti essa temporada, mas só pelo que via no Tumblr (a maioria choradeira de outras shippers de Dair, como eu), o tempo foi muito mal aproveitado com historinhas sem motivo pra existir, e aí ficaram essas lacunas que você citou. O que é realmente uma pena.

    ResponderExcluir
  2. É aquela coisa... Eu acompanhei a série, lembro de ver o pilot quando saiu como se fosse ontem. É muito tempo pra eu perder o interesse. (Mentira, eu perdi, mas já era uma questão de honra ver o final de Gossip Girl). No começo, eu não curti o Dan ser a Gossip, mas como eu sabia que não tinha como NINGUÉM ser a Gossip Girl ali (todo mundo já ficou chocado com ela), até aceitei o Dan como GG agora.

    P.S: AMEI a aparição da Kristen Bell no final (a voz da narradora da GG).

    ResponderExcluir
  3. faz todo sentido sentido Dan ser a GG, eu já sabia desde a 4ª tempoarada,se vcs rever as série vão ver que uma vez a Serena manda alg pra ele,mas cai na Gossip Girl, etipo fooi direto ela mandou pro cell dele, q nem tava com ele e foi parar na GG, tem lança com Chuck e Blair...na quinta temporada ele começa agir como a GG, depois para, ele nunca se importou com a GG, tudo se encaminhava pra ele

    ResponderExcluir
  4. Oi Oi! Temos uma opinião SUUUUPER parecida!
    Atribuo o fim da série a deixarem a S e todos os outros de coadjuvantes de C e B! E aliás, forçarem muito nestes dois.

    Também super valorizo a G, só que em segundo lugar. Meu primeiro lugar fica com a Jenny.

    Confira minha análise sobre o fim:
    http://felipeursini.blogspot.com.br/2013/06/analise-erros-da-season-6-e-analise-do.html

    :D

    Abraços.
    F.

    ResponderExcluir

MY OTHER BAG IS CHANEL © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.