03/07/12

MOBIC entrevistou Bob McLeod, ilustrador da Marvel Comics!

Depois de mostrar um pouco do trabalho do gênio Bob McLeod neste post aqui, demos a opção de vocês, leitores, me ajudarem a entrevistar um dos ilustradores da Marvel Comics. Recebi algumas perguntas no e-mail, algumas pelo facebook e algumas, inclusive, no Orkut. O resultado ficou incrível e a entrevista maravilhosa. Prontos para mergulhar no universo dos quadrinhos?


1) Quando foi que você começou a desenhar? 
Minha lembrança mais antiga sobre isto, é de quando eu tinha 5 anos de idade. Copiei um personagem de desenho animado (Buffalo Bee) de uma caixa de cereais enquanto eu estava tomando café da manhã. Minha mãe ficou surpresa com o resultado, passei a ter interesse em desenhar após isto. 

2) E profissionalmente? 
Comecei minha carreira aos 24 anos, em 1974. Eu planejava trabalhar para a Disney, ou, eventualmente, tentar obter o meu espaço em tirinhas de jornais, mas um amigo meu que era um grande fã da Marvel disse: "Você tem que desenhar histórias em quadrinhos!". Eu estava vivendo na Flórida e vendi meu carro para financiar uma viagem para Nova York, na esperança de começar a minha carreira. Após três meses de rejeição após rejeição da Marvel e DC, eu finalmente conhecí Neal Adams e mostrei a ele uma de minhas artes. Ele me perguntou o que eu queria fazer. Eu estava completamente sem dinheiro e prestes a tomar um ônibus de volta para a Flórida, então eu disse: "qualquer coisa que me pague". Ele chamou John Verpoorten, o chefe de produção da Marvel e eles me contrataram para fazer correções de textos apenas quando era necessário.

3) Qual foi sua primeira ilustração publicada na Marvel?
Poucos meses depois eu comecei a trabalhar no departamento de produção da Marvel, e então Marv Wolfman me ofereceu a chance de desenhar uma sátira de West World for Crazy magazine. Sou um grande fã Mort Drucker e eu era sempre muito interessado em desenhar sátiras de super-heróis. Então, meu primeiro trabalho publicado foi aquela sátira. Marvel pagou para Marv e eu vermos ao filme, me deram brilhantes fotos do filme para usar como referência.

4) Você tem um super-herói favorito? Qual você mais gosta de ilustrar?
Eu acho que Superman ainda é o meu super-herói favorito. Essa é a comic principal que li quando criança e eu gosto de todo o quadro de personagens de Superman. Mas eu gosto de desenhar vários super-heróis. Talvez o "Coisa" seja meu favorito atual.


5) Como funciona o seu processo criativo? O que te inspira?
Eu sou bem metódico quando o assunto é 'processo criativo'. Comecei a ter ideias e escrevê-las, fazer revisões, era uma constante durante o tempo em que eu estava escrevendo o livro: SuperHero ABC. Eu costumo desenhar um esboço muito levemente, trabalhando a composição do desenho e tento tomar decisões firmes nos primeiros minutos. Então é só uma questão de refinar a arte. Eu começo com a característica principal e depois adiciono os elementos, um de cada vez. Sempre faço alterações, minha mente nunca pára de trabalhar e apareço com ideias melhores. Para a cor, como acontece com a composição, eu começo com a característica principal e adiciono as cores uma por vez, cada uma, em equilíbrio contra a que veio antes. Sou inspirado pelo trabalho de outros artistas que eu admiro e também sou inspirado pela necessidade de ganhar a vida.

6) Qual foi o primeiro super-herói que ilustrou? Quando foi?
Eu acho que minha primeira tentativa de um super-herói era uma cópia do Superman que desenhei como um exemplo para mostrar a DC, quando eu tinha 24 anos. Eu realmente não estava animado com super-heróis, até que entrei no negócio de banca de quadrinhos e descobri onde todo o trabalho estava. Se eu quisesse me estabilizar trabalhando, eu precisava aprender a desenhar super-heróis.  Meu primeiro trabalho publicado desenhando um super-herói foi: Spider-Man Team- Up #86, in 1979.


7) Há muita pressão ao desenhar ícones da Mavel? 
Sim, acho que sim. Marvel e DC, gostam das coisas de uma determinada forma e eles podem ser muito exigentes quanto as coisas mais ridículas imaginaveis.

8) Que trabalho você considera o mais importante da sua carreira? 
The New Mutants, sem dúvida. Mas foi extremamente apressado e eu acho que fiz melhor nas minhas artes com Super-Homem e Homem-Aranha. Dos que colorí, provavelmente serei mais lembrado por "Kraven’s Last Hunt", desenhado por Mike Zeck.


9) Vou ter que perguntar! Houveram mesmo erros de impressão nos primeiros quadrinhos do Hulk ou é apenas mito?
Eu não sei mais do que você. A história que eu ouvi é que Stan Lee queria que ele (Hulk) fosse cinza, mas então mudou sua mente depois de ver os quadrinhos impressos e decidiu deixá-lo verde.

10) Você já ilustrou algumas peças de Star Wars, história que marcou toda uma geração. O que poderia ser feito para trazer este universo ao público jovem atual? Existem projetos sobre isso?
Eu não sei se Star Wars precisa ser trazido de volta. Está lá para aqueles que quiserem assistir. Eu prefiro ver algo novo tomar a imaginação dos jovens telespectadores.



11) Vamos falar um pouquinho sobre adaptações cinematográficas? O que você acha da trilogia de filmes do Homem-Aranha? E este novo filme?
Eu gostei primeiro filme da trilogia, especialmente quando ele estava aprendendo a usar seus poderes, mas não gosto do segundo e não vi o terceiro. Estou com boas expectativas sobre o novo, que estreia esta semana. 

12) Na sua opinião, qual é a adaptação para o cinema mais fiel aos quadrinhos?
Eu acho que talvez Watchmen tenha sido o mais fiel aos quadrinhos. Falando de ilustrações, eu gostei bastante do novo filme do Tintin. 

13) Você tem um vilão favorito?
Nunca gostei dos vilões. Eu realmente não tenho um favorito.

14) Qual é a melhor história em quadrinhos que você já leu? 
Eu não leio quadrinhos mais. Meu tempo de leitura é limitado e eu prefiro ler romances. Quando eu estava lendo um monte de histórias em quadrinhos, na década de 1970, minha série favorita em quadrinhos era ‘Tomb of Dracula’, por Marv Wolfman, mas eu sempre fui muito mais interessado na arte dos quadrinhos do que nas histórias. Eu não podia ler quadrinhos com arte ruim, não importa quão bem escrito.


15) Se você pudesse ilustrar uma parceria entre dois heróis da Marvel, quais escolheria?
Talvez o "Coisa" e "Hulk". Eu realmente prefiro bom humor ao drama e os dois podem ser muito engraçados. Gosto de desenhar o Hulk porque sua anatomia é um desafio, e eu gosto de desenhar O Coisa, porque ele tem anatomia característica dos desenhos animados.


Você pode ver mais trabalhos de McLeod aqui: http://www.bobmcleod.com/
E, em breve, a entrevista na íntegra - e em inglês - no próprio site dele.

5 comentários:

  1. Bacana a entrevista, porque eu só conhecia esse ilustrador pelo nome que ele constituiu na história dos HQ's, alguma coisa ou outra que cheguei a bisbilhotar no Wikipedia, mas nada mais que isso.

    Achei que a entrevista, de uma maneira geral fez um percurso da carreira dele e demonstrou ao mesmo tempo o quanto ele é exigente consigo mesmo e com as outras pessoas da área até mesmo com quem ele admira rs, o que não é ruim, por isso ele carrega o nome que tem.

    Parabéns pela entrevista e pra equipe do blog que também não conhecia.

    ResponderExcluir
  2. Legal a entrevista.
    Mas não gostar de vilões realmente é um "traço de caráter" que não me agrada.

    ResponderExcluir
  3. Muito maneira a entrevista, parabéns e sucesso aew com o blog.

    ResponderExcluir
  4. Melhor post no blog de todos os tempos!!!

    ResponderExcluir
  5. wow, boa entrevista!
    divulguem mais isso, michelle <3

    ResponderExcluir

MY OTHER BAG IS CHANEL © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.