Social Media Icons

slide code

Photo

Michele
Michele, 26 anos, ex-escritora de fanfic e agora escritora de livro de verdade.

mais?

follow mih

social media icons 2

Search

categoria 1

amor

categoria 2

lista

categoria 3

pessoal

post fresquinho na sua caixa de entrada

Clipe de 'Sambinha Bom' estreia nesta quinta, mas o MOBIC mostra pra você agora!

Minha segunda música favorita do álbum Pitanga, da Mallu Magalhães, ganhou clipe! A senhora Marcelo Camelo (agora de aliança e tudo!) aparece tropical e glacial neste clipe que brinca com os extremos das duas estações e, apesar de se tratar de samba, foge dos instrumentos típicos e Brasilsão comum em vídeos com essa temática.


Segundo Rodrigo Pesavento, um dos diretores do clipe, a ideia era justamente essa: fugir do óbvio. “Nada de instrumentos musicais ou paisagens brasileiras. Até tem o tropical, mas é alguém que esta partindo, e o gélido de alguém que está distante e quer voltar. Saudade e vontade de trazer alguém de volta, é o que mostramos com Mallu ora de malas prontas ora sozinha, numa piscina fria fora de estação”. 



Como falei ali em cima sobre o uso da aliança por Mallu, no clipe é mostrado o anel dourado que, segundo sites de fofoca, oficializou a união feita em segredo, onde só os pais foram avisados. 


Além da fotografia encantadora, sempre presentes nos clipes de Mallu, outra coisa que me chamou muita atenção foi o vestido usado pela cantora. Assinado pela estilista Helen Rodel, o modelo é todo feito a mão e  traz fortes referências ao artesanato brasileiro, o que foi bastante explorado no vídeo. 




O clipe vai ter seu lançamento oficial na quinta-feira, mas você já pode assistir no player abaixo!

Comentários

os mais lidos da semana

Anticoncepcional para quem tem enxaqueca
Bom, não é novidade para ninguém que eu sou uma enxaquecosa . As minhas crises são bem tensas e até…
Dossiê da Enxaqueca
Se tem um assunto no qual eu sou verdadeira expert, é Enxaqueca . Eu já fui a diferentes neurologist…
Sobre a romantização do sofrimento como inspiração e sobre minha leveza
O ano era 2015. Ou 2016. Talvez 2017? Mas, em um desses três anos, já vivendo em São Paulo e vivend…